Posted on

Primeiro Gesha do Brasil já está a venda

O Gesha tem origem africana e foi batizado com o nome da região da Etiópia em que foi descoberto no ano de 1931: o povoado de Gesha. Hoje, o produto ganhou fama mundial e é um dos mais cobiçados cafés do mercado. Inicialmente, a iguaria não ganhou muito destaque pelo sabor muito específico, característico e diferente do café convencional. Por isso, a fama do produto é recente, com um pouco mais de 10 anos. Muitos baristas, também, vem usando este café no Campeonato Mundial de Barismo, o WBC.

Os grãos da versão brasileira foram adquiridos pelo Grupo Café do Moço em um leilão internacional e fazem parte da primeira colheita da Fazenda Daterra. O lote de apenas 48kg passou pelo processo maceração carbônica, usado para a fabricação de vinhos finos, destacando as notas frutadas do café por meio da fermentação enzimática.

Neste processo, os grãos são colocados dentro de um tanque de inox, onde a fermentação acontece devido a troca de gases que preserva melhor o sabor e aroma do grão.

No Gesha do Brasil, você sentirá um aroma intenso, persistente e frutado, prevalecendo a acidez málica como a da uva Pinot Noir. O mais surpreendente é que o “nosso” Gesha não perde em nada para os queridinhos do mundo!