Posted on

Café da região de Cambira é eleito o melhor do Paraná

leo_evilasio
O produtor Evilásio Mori e Leo Moço com a saca usada para o café do projeto Red Foot. Foto: Divulgação/CafédoMoço

Na categoria Cereja Natural, o grão do projeto Red Foot, da região centro-norte do Paraná, conquistou o primeiro lugar e é servido no Barista Coffee Bar, em Curitiba

CURITIBA, 01/11/2016 – Acabam de ser anunciados os vencedores do 14° Concurso Café Qualidade Paraná. Promovido pelo Governo do Paraná, a celebração tem por objetivo valorizar e fortalecer a cafeicultura paranaense premiando os melhores cafés do Estado. Na categoria Cereja Natural, o produtor Evilásio Shigueaki Mori, da cidade de Cambira, foi o grande vencedor. O produtor conta com uma parceria especial com a torrefação artesanal Café do Moço, e foi o primeiro a participar do projeto Red Foot, comandado pelo barista Léo Moço (bicampeão brasileiro de barista e mestre de torra), que tem por objetivo aprimorar a produção de café no interior paranaense.

Os jurados degustaram os cafés de 43 produtores finalistas, e analisaram 10 quesitos como limpeza da bebida, corpo, sabor, acidez, aroma, uniformidade, doçura, além de atribuírem uma nota pessoal. Com a conquista, Evilásio enalteceu a região de Cambira, terra em que se encontra o Sítio Mori, propriedade da família, e que faz parte da Gleba Dourados, uma localização que apresenta um microclima favorável para a produção de cafés especiais, no centro-norte do Paraná. “Esse é o resultado de muito trabalho e dedicação, e interesse em dominar o assunto. Podemos mostrar para outros produtores – pequenos, médios e familiares – que o café especial é muito viável. O trabalho com o Léo Moço é feito para conscientizar que existe um nicho grande a ser explorado, e para o agricultor ter mais informação”, explica Evilásio.

redfoot_coffee
Os grãos são colhidos a mão e no ponto certo de maturação. Foto: Leo Moço/Divulgação

A parceria entre barista e produtor fez o café ser conhecido em Dublin, quando Léo Moço e sua esposa Estela Cotes, sócia do Barista e campeã brasileira de preparo de café, levaram os grãos para o campeonato mundial de barista. “Nós já sabíamos que o café era muito bom, mas este reconhecimento é incrível. Eu abracei o produto do Evilásio como uma forma de eu também aprender mais sobre o café do Paraná. Somos parceiros no projeto Red Foot, onde incentivamos mais produtores da região de Cambira a buscarem os melhores resultados em xícara. Ano que vem, a ideia é produzir um café para participar do concurso nacional”, conta Léo Moço.

O café campeão paranaense vai poder ser degustado no Barista Coffee Bar, em Curitiba, ainda em novembro durante uma ação especial e será lançado em uma edição limitada, em pacotes de 250g com a marca Café do Moço, para outros revendedores de todas as regiões do Brasil. “A ideia é que em pouco tempo o Brasil todo conheça e reconheça a qualidade desse ótimo café paranaense”, completa Léo Moço.

O Barista Coffee Bar fica na Rua Moysés Marcondes (nº 609), no bairro Juvevê, em Curitiba, e funciona de segunda a sábado, das 8h às 20h, e aos domingos e feriados, das 10h às 20h.